sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Joana

dark.
com tons de cinza descolorindo seu coração,
incendiado pela fogueira:
a marca dura e fria de sua condenação.
sua bruxaria:
ingenuidade acreditar em um mundo superior?

iludida por um heroismo
facilmente corrompido em pecado.

sufocou sentimentos,
quando não mais soube omitir
desintegrou seu medo,
transformou-o em coragem e lutou.

derramou sangue,
por amor
e fé.

quanto vale a honra
daqueles que não compreendem
as marcas que irão deixar?

não há arrependimentos pra quem
soube que errou pelos motivos certos.

a consequência inevitável de sua lembrança:
- escura, sombria, medonha, triste.
- má, cruel, melancólica,
e agora, morta pelas armas de sua esperança!

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir